domingo, 16 de março de 2014

Atividades. P. 42 - 6º ano

Organizar o conhecimento
1.      Observe novamente o mapa “As primeiras cidades” na página 38, e responda às questões.




a.      Em quais continentes surgiram as primeiras cidade? As primeiras cidades surgiram na Ásia e na África
b.       Qual recurso natural interferiu mais na formação das primeiras cidades? Justifique. Os rios tiveram um papel importante no surgimento das primeiras cidades. Embora as atividades econômicas do meio urbano estejam mais próximas do comércio e do artesanato, as primeiras cidades eram dependentes da agricultura, que continuou mantendo seu valor fundamental para aquelas sociedades.
c.      Descubra qual é a cidade:
·        Era banhada pelo Rio Yang-Tsé.  Pan-lou-cheg
·        Situava-se na Mesopotâmia, sul de Kish. Nipur
·        Ficava na margem esqueda do Rio Nilo, norte do Egito. Gizé
·        Situava-se ao norte de Mohenjo-Daro e a leste de Menrgarh. Harapa
2.      Explique com suas palavras o que você entendeu dos seguintes conceitos
a.      Excedente agrícola: produção agrícola que ultrapassa aquela que é necessária para o consumo da comunidade.
b.      Divisão do Trabalho: no caso das sociedades neolíticas, processo de especialização do trabalho, em que cada grupo social realiza um tipo de atividade.
c.      Centralização política: processo ocorrido nas comunidades neolíticas caracterizado pelo surgimento de um grupo dirigente, detentor de autoridade sobre os demais membros.

3.      Leia a história em quadrinhos a seguir e responda às questões.

a.      Qual elemento da história em quadrinhos não condiz com o conhecimento científico sobre os períodos da história humana anteriores à escrita? A convivência entre seres humanos e dinossauros. Os dinossauros foram extintos por volta de 65 milhões de anos atrás, muito antes dos primeiros hominídeos surgirem no planeta. Por isso, a situação criada na história nunca poderia ter ocorrido.
b.      Relacione os últimos dois quadrinhos a um período do Neolítico. O acontecimento ao qual a história em quadrinhos faz referência é a domesticação de animais. Deve-se notar que o ser humano nunca poderia ter domesticado um dinossauro. A domesticação dos animais, contudo, foi importante para o ser humano se sedentarizar-se e constituiu melhora significativa na alimentação e no vestuário humano.

4.      Analise o texto seguindo o roteiro.
“A próspera produção agrícola tornou possível a criação de animais em comunidades. O excesso de alimentos permitiu que se desenvolvessem habilidades artesanais e administrativas mais especializadas, e o florescimento de um comércio de matérias-primas, tais como o cobre, estimulou a evolução da autoridade e do poder centralizados – assim como a guerra. Talvez a inovação de maior alcance tenha sido o ofício da escrita.”
BRETSCHEIDER, Joaquim . Nadada: Vida e morte.
Livro projeto Araribá, 3ª edição. P. 43.
a.      Quais foram as mudanças principais ocorridas no Neolítico citadas no texto? O desenvolvimento da agricultura, a produção de excedentes, a divisão do trabalho, o nascimento do comércio e a formação de um poder político centralizado.
b.      Cite duas habilidades artesanais que foram proporcionadas pelo excesso de alimentos. O desenvolvimento da metalurgia e da produção de instrumentos agrícolas, entre outras possibilidades.
c.      Em que sentido o comércio de metais relacionava-se com a guerra? as armas desse período eram feitas de bronze, uma mistura de cobre e estanho. A fabricação de armas mais eficientes favoreceu os conflitos militares entres os povos.
d.      Qual mudança do período neolítico possibilitou que as demais modificações ocorressem? Justifique sua resposta. A Revolução Agrícola. Todas as outras mudanças (criação de animais, desenvolvimento de habilidades artesanais e administrativas, florescimento do comércio etc) foram decorrentes daquela transformação.
e.      Você concorda com o autor quando ele defende que o ofício de escrita foi a inovação de maior alcance? Justifique.            Possíveis respostas
I.                 O conhecimento da escrita permeia todas as esferas da nossa sociedade: arte, ciência, política, saúde, educação, industria, comércio, comunicação... Ainda que nem todas as pessoa do mundo moderno tenham a escrita como ofício principal, como ocorria com os antigos escribas, ela é uma ferramenta de trabalho e de comunicação social essencial, um elemento que integra, impulsiona, atua na produção de riqueza, na transmissão de conhecimentos e valores, na atividades de labor, deleite e descanso.
II.               N o texto fica evidente que a escrita foi um acontecimento cultural decorrente da Revolução agrícola, portanto, a revolução agrícola



16 comentários: