domingo, 28 de julho de 2013

Questões p. 141


1.      Qual ideia sobre a Revolução de 1930 é definida pelo autor do texto 1? É o autor do texto 2, que ideia ele defende?

Texto 1: a rtevolução de 1930 constituiu uma ruptura na hegemonia das elites Meira e paulista e o início de uma nova forma de organização econômica, não mais pautada em uma única atividade agrícola. Como a rtevolução de 1930, segundo Boris Fausto, o Brasil se inseriu no sistema capitalista internacional.

Texto 2: Ao contrário, o discurso que produziu a ideia de uma Revolução de 1930 tinha como objetivo ocupar a ação política de grupos dominados e determinar o papel que os vários agentes sociais teriam na memória construída sobre esse processo histórico. Segundo De Decca, então, não houve uma Revolução de 1930, mas um golpe que sufocou projetos revolucionários que amadureciam no país.

2.      A consagração do termo “Revolução de 1930” na historiografia refletiria qual visão sobre esse acontecimento?

A consagração do termo “Revolução de 1930” reflete a ideia hegemônica da historiografia tradicional, que considera esse acontecimento como uma ruptura, um marco que desencadeou transformações na sociedade e na economia do país

Nenhum comentário:

Postar um comentário