sexta-feira, 25 de maio de 2012

Pinturas rupestre - 6º anos e PAV

video

Lendo textos p. 72 6º anos e PAV

Artigo de Jornal

Programa de índio. Oba!

Marcelo Ferroni
Em uma das quatro aldeias indígenas existentes na cidade de São Paulo, no Pico do Jaraguá, moram 49 famílias que tentam preservar seus costumes e se orgulham de ser uma raça pura.
   Quando a gente lê um livro, asiste adesenhos ou filmes sobre Índios, a imagem que passam é a de que o índio anda sem roupas, usa um cocar na cabeça, vive na floresta caça com arco e flecha a sua própria comida, mora em ocas, dorme em redes e fala uma língua que a gente não entende. Bom, muito da cultura indígena e a maioria das aldeias hoje é civilizada, principalmente aquela que ficam perto das grandes cidades. Tanto que os índios os índios não gostam quando nos referimos ao grupo como tribo. Eles preferem que se diga aldeia. Ainda hoje, existem aldeias espalhadas por todo o Brasil [...]
    A maior parte desses grupos vive na regiões Norte e Centro-oeste do país, nos estados do Amazonas e Mato Grosso, mas no estado de São Paulo também existem 17 áreas indígenas e 4 delas ficam na capital.
   O Estadinho visitou uma aldeia guarani, chamada Pyu - que quer dizer aldeia nova - , no Pico do Jaraguá. O pajé. o líder da aldeia, é José Fernandes. Ele faz questão de manter as tradições culturais e a etnia pura para não deixar que a raça acabe. Por isso, não permite que os índios do grupo se casem com pessoas "brancas", ou de outra etnia. Outras característica é que les só falam em guarani. As crianças só aprendem a língua portuguesa quando vão para a escola, a partir dos 7 anos. Aliás os índiozinhos da aldeia têm uma vida parecida com a de qualquer criança. Eles acordam cedo, escovam os dentes, vão para a escola, brincam, assitem " a TV, gostam de desenhos e os meninos adoram futebol. quando ganham presentes, a reação é comum: os olhinhos de felicidade. Apesar das semelhanças, a vida dos índios diferenciam-se por alguns costumes, crenças e características físicas: cabelos e olhos pretos, marcantes e pele morena.
   A aldeia não é muito grande. tem 49 famílias e cerca de 68 crianças, como Jussara Fernandes Soares Silva, de 10 anos. Ela conta que acorda às 7 horas e vai para a escola. O resto do tempo, aprende a fazer artesanato, a dançar o paracau (dança indígena), cuida dos irmãos menores e gosta de assistir à Tevê. "O que eu mais gosto é do Pica-Pau", disse. E Jussara tem opinião formada, e surpreendente , sobre o que que para seu futuro: "Não quero casar nem ter filhos. Vou cuidar da minha avó e da minha mãe."
O Estadinho de S. Paulo, 19 de abr. 2003. Suplemento Estadinho.



Discutindo o artigo

  1. De acordo com o artigo, qual a imagem que os livros e desenhos passam dos indígenas?  A imagem é e que eles andam nus, usam cocar, vivem na floresta,caçam a sua própria comida, moram em ocas, dormem em redes falam uma língua que a gente não entende.
  2. Essa imagem é verdadeira? Por quê? Em parte, essa visão é verdadeira, pois muitos indígenas como a aldeia Pyu, ainda preservam suas tradições. Mas parte da cultura indígena desapareceu e muitas aldeias são "civilizadas", principalmente as que estão próximo das grandes cidades.
  3. Onde vive a maioria dos indígenas brasileiros? Que estados fazem parte dessas regiões, além dos citados no texto? Nas regiões Norte ( estados do Acre, Amazonas, Pará, Rondônia, Tocantins e Roraima) e centro-oeste ( Goiás, Mato Grosso  e mato Grosso do Sul)
  4. Onde fica a aldeia Pyu? no Pico do Jaraguá na cidade de São Paulo - SP.
  5. A que etnia pertencem os indígenas dessa aldeia? Guarani
  6. Cite duas características culturais e duas características físicas desse povo.Características culturais: não se casam com pessoas de fora da aldeia; até os 7 anos de idade falam apenas o guarani; preservam sua tradições . Características Físicas: cabelos e olhos pretos e marcantes; pele morena.
  7. Como vivem as crianças da aldeia Pyu? Elas acordam cedo, escovam os dentes, vão para a escola, brincam, assistem à TV, gostam de desenhos e os meninos adoram futebol. Falam guarani e aprendem tradições indígenas com dançar o paracau e fazer artesanato.
  8. Cite duas semelhanças e duas diferença (físicas ou culturais) que existem entre as crianças da aldeia Pyu e você. Possíveis Semelhanças: ir à escola, brincar assistir à TV, jogar futebol, características físicas Possíveis diferenças: caracteísticas físicas, falara guarani, cultivar certas tradições indígenas,
  9. O autor do artigo diz que o pajé não permite casamento entre os indígenas da aldeia e pessoas "brancas". Como isso, pretende preservar a "raça" do grupo.
        a) Está correto dizer que os indígenas da aldeia Pyu pertencem a uma raça diferente da nossa?  Por quê? Não, porque não existem raças humanas. A palavra correta e etnia.
          b) O que você pensa da atitude do pajé? Pessoal

     10. "Muito da cultura indígena desapareceu e a maioria das hoje é civilizada": o que o autor do artigo quis dizer com a palavra "civilizada"? Procure no dicionário e anote todos os seus significados. No próximo capítulo, retomaremos esse assunto. Quis dizer que elas têm hábitos de vida muito semelhantes aos dos não indígenas. Significados da palavra "civilização: 1 diz do individuo que tem civilização; 2 diz-se de ou individuo bem-educado, cortês civil, urbano; 3 diz-se de ou individuo culto. (Dicionário Houaiss).

Vamos Retomar p. 97 7º ano

Vamos Retomar p. 97


1. Explique com suas palavras quais foram as principais fatores que impulsionaram o movimento das cruzadas? As cruzadas tinham o propósito de cristianizar os chamados “infiéis” , isto é, os mulçumanos e os não cristãos em geral, e pretesdiam conquistar novas terras e riquezas, em virtude do crescimento populacional da Europa.

2. Retome o Para começar e, com base no que você estudou neste capítulo, explique de que modo o crescimento do comércio com o Oriente favoreceu o renascimento das cidades. O aumento dos negócios provocou a retomada do uso de moedas, estabelecimentos de rotas comerciais no continente e a criação ou ampliação dos núcleos urbanos, onde se desenvolviam o artesanato e o comércio.

3. Quais foram as três principais causas da crise do século XIV? A Guerra entre a França e a Inglaterra; a fome e a falta de alimentos causados pelo crescimento populacional e pelas guerras e as epidemias provocadas pelas ausências de saneamento nos núcleos urbanos e pelo afluxo de embarcações de diversas partes do mundo.

4. Destaque as principais diferenças entre as teorias de Santo Agostinho e as de Santo Tomás de Aquino. Para Santo Agostinho, cada ser humano tem seu destino determinado por Deus. Para São Tomás de Aquino, existe um livre arbítrio nas ações humanas

5. Quais foram as mudanças mais marcantes que a economia da baixa Idade Média sofreu em relação ao feudalismo? O sistema feudal baseava-se no trabalho servil a terra era a principal fonte de riqueza. Já na Baixa Idade Média prevalecia o crescimento comercial; além da terra, também as mercadorias e moedas transformaram-se em importantes fontes de riquezas.

domingo, 6 de maio de 2012

Povoamento da América

Atualmente, existem duas teorias para explicar a chegada do homem ao continente americano: a teoria transoceânica e a teoria de Bering.
Segundo a teoria transoceância, há cerca de 10 mil anos os homens que habitavam a Polinésia (na região da Oceania) se locomoveram por meio das correntes marítimas que os conduziram.
De acordo com a teoria de Bering, o homem teria chega à América através do estreito de Bering, localizado no extremo leste do continente asiático e o extremo oeste do continente americano, os dois pontos se encontram separados por 85 Km.
Os povos da pré-história americana se dividiam em diferentes estágios de desenvolvimento social, cultural e econômico:
Haviam os povos no estágio paleolítico, que viviam da caça, da pesca e da coleta e eram nômades. Entre estes, podemos destacar os esquimós, os charruas e os xavantes.
Existiam povos no estágio neolítico, que
conheciam a agricultura e viviam de forma sedentária, organizadas em aldeias. Entre estes podemos destacar os pueblos aruaques e tupis-guaranis.
Em algumas regiões, o maior desenvolvimento da agricultura, aliado ao aumento da população e a introdução de novas tecnologias, propiciou o surgimento de grandes complexos centros urbanos.
A partir dessas bases, organizaram-se as civilizações pré-colombianas dos mais e Astecas, na América Central; e os Incas na América do Sul.

A civilização Bizantina - página 71

A Civilização Bizantina
[...] o desaparecimento do Império Bizantino diante dos turcos não pôs fim à sua civilização. A Rússia, que entrara em sua órbita de influência no século X, proclamou-se sua herdeira e continuadora, adotando o mesmo símbolo imperial de água bicéfalo, a mesma autocracia que fazia o czar (isto é "césar") ser visto como vice-rei de Deus, da mesma religiosidade ardente e missionária que reuniu várias nacionalidades sob o império da Santa Rússia. Enfim, Moscou era, declaradamente, a sucessora de Constantinopla, como essa fora de Roma, daí a célebre fórmula "Moscou, a terceira Roma". Nesse papel de nova Constantinopla, Moscou e seus czares quase sempre revelaram a mesma desconfiança em relação ao ocidente  que seus antepassados bizantinos. Daí seu imperialismo justificado pelo fato de se ver como defensora da ortodoxia [...]
FRANCO Jr, Hilário; ANDRADE FILHO, Ruy de Oliveira. O Império Bizan
tino. 2. ed. São Paulo: Brasiliense, 1987. p.94-95 (Tudo é História).

Leia o texto da p. 71( A Civilização Bizantina ) e responda as questões
1. Explique da frase: "Moscou, a terceira Roma".
Moscou ficou conhecida como a "terceira Roma" porque de apresentou como herdeira de Constantinopla, da mesma forma que esta havia sido herdeira de Roma.
2- Que carcterísticas da cultura russa se identificam com a civilização bizantina?
A religião, os símbolos políticos e as manifestaçãoes artísticas.
3- Como o governo dos czares se posicionaram em relação à suposta identidade "bizantina" da Rússia?
Os czares justificaram sua expressão e dominação sobre outros povos baseando-se no fato se serem defensores da ortodoxia religiosa proveniente de bizâncio.

6º anos - página 57

Responda as questões a seguir para recapitular os principais temos do capitulo.
a- Qual é a datação mais aceita para a chegada do ser humano na América? 20000 anos atrás.
b- Em que vestígios essa datação se baseia?  Baseia-se no estudo dos fósseis humanos encontrados.
c- Explique quais são as principais hipóteses sobre as rotas de chegada do ser humano à América?
A hipótese mais aceita: Osa homens passaram da Ásia para a América do Norte pelo Estreito de Bering, se dispersando pelas Américas.
A hipótese menos aceita: Os primeiros homens teriam vindo pelo Oceano Pacífico, navegando entre suas ilhas.
d-Indique os períodos em que se divide a Pré - história americana e dê suas principais características?
Três períodos:
  • Paleoíndio: da chegada do Homem ao continente por volta de 20000 a.C até aproximadamente 8000 a.C. Nesse período o Homem era nômades, e caçador de animais de grande porte.
  • Arcaido: + ou - 8000 a.C. até + ou - 2000 a. C. Mudanças climáticas força o homem a diversificar a alimentação, tornando-o coletor de raízes e frutas, pescador e pratica a caça de amimais de pequeno porte. Nesse período aparece as primeiras experiências com agricultura e o uso do COBRE.
  • Formativo:  O homem se torna sedentário e agricultor. Surge as primeiras aldeias que dá origem as primeiras cidades e consequentementas as primeiras civilizações, inicia-se prática do artesanato 
 e- As principais sociedades surgidas na América eram todas iguais? Indique duas dessas sociedades e o local onde se desenvolveram? Não. Elas desenvolveram diferentes modos de vida de acordo comas características do ambiente e das necessidade da população.
  • região ártica = esquimós
  • América do Norte = Iroqueses e os pueblos
  • América Central = Olmeca
  • Atual México = Totihuacán
  • América do Sul e Andes = Impérios Tiahuamaco e Huari

Árabes - resumo - 7 ano

Comumente chamamos de árabes todos os povos que vivem na península arábica, região desértica que abrigou até o século VI povos seminomâdes (beduínos). A partir de então, os árabes passaram a professar uma religião monoteísmo, abandonando seu politeísmo ancestral.
Os árabes influenciaram a cultura ocidental, predominante após as cruzadas.
Em 595, Muhamed, conhecido no ocidental erroneamente como Maomé, começou a transmitir a mensagem atribuída a Alá (Deus).
Unidos, os árabes dedicaram-se à Jihad (esforço) contra os que não eram adeptos do islamismo. Expandiram-se da Índia à Península Ibérica. em 1258, os mongóis tomaram Bagdá e, em 1492, os árabes foram expulsos da Espanha.
A principal atividade dos séculos era o comércio. Desenvolveram-se na matemática, descobriram compostos químicos, avançaram na medicina e identificaram o processo do contágio de doenças.
Na literatura, contribuíram com As mil e Uma noite. O poeta persa Omar kayyam escreveu O Rubayat, que se tornou muito conhecido pela profundidade de seus ensinamentos morais e filosóficos.

Exercícios - Civilização Árabe - 7º ano


Exercícios de Fixação

Responder de acordo com o Livro Didático

Civilização Árabe
1-      Sobre a Civilização Árabe do século VII
a-      Local: Península Arábica
b-      Clima:  árido de deserto
c-       Mar: Mar vermelho
d-      Origem: Semita
e-      Religião das Tribos:  politeístas
f-       Economia: Comércio e pequenos artesãos
g-      Santuário: Caaba
h-      Cidade do Santuário:  Meca
i-        Tribo dominante: Coraixitas
2-      O que significa Islã? Submissão a Alá – Entrega-se a Deus
3-      Por que o islamismo colocava em risco o poder dos Coraixitas? Porque o poder so coraixitas provinha da imensa peregrinação à Meca para a vizitação da Caaba, onde estavam guardadas as representações de todos os deuses das tribos. O islamismo prega o monoteísmo e assim essa peregrinações de fiéis acabriam.
4-      Em que livro esta escrito os ensinamentos de Maomé?Corão
5-      Qual o ano da hégira? 622
6-      Sobre Maomé responda:
a-      Ano de nascimento:  570
b-      Ano da morte:632
c-       Tribo de origem:Coraixitas
d-      Tribo que foi criado: Beduínos
e-      Religiões de influência: Judaísmo e Cristianismo
f-       Idade que começou a pregar:  4º anos
7-      Diga algumas obrigações dos mulçumanos.  
·         Deve orar cinco vezes ao dia, voltado para Meca; 
·         visitar Meca pelo menos uma vez na vida;
·         jejuar no mês do Ramadã;
·         dar  esmolas;
·         guardar as sextas-feiras;
·         não ingerir bebidas alcoólicas;
8-      O que defendiam os Sunitas?  Defendiam que os chefes político-religioso, sucessor do profeta deveriam ser escolhidos pelos seguidores. Afirmavam que a doutrina islâmica deveria ser complementada pela Sunna.
9-      O que defendiam os Xiitas?  Defendiam que o chefe religioso deveria ser descendente direto do profeta e exercera poder absoluto. Não admitem outra fonte de ensinamento que não fosse o Corão. Seus líderes são os aiotalás.
10-   Qual a contribuição dos árabes para a ruralização da Europa? Os árabes passaram a controlar o Mar Mediterrâneo, dificultando as atividades comerciais praticadas pelos europeus.
11-   Que estratégia árabe ajudou na conquista da Península Ibérica? A garantia aos povos locais quanto aos seus bens, à não escravização, o respeito à vida e a preservação de suas crenças. Os conquistados deveriam pagar uma contribuição territorial em moeda ou produto.
12-   Ano que os mulçumanos foram totalmente expulsos da Península Ibérica? 1492
13-   Quais as denominações utilizadas para se referir aos povos árabes? Mulçumanos, maometanos, islamitas, e islâmico.
14-   Cite algumas contribuições árabes:
a-      Arquitetura: grandes palácios, uso do reboco como revestimentos
b-      Literatura: As Mil e Uma Noites
c-       Matemática: divulgação de um símbolo para o ZERO e dos algarismos hindu-arábicos.
d-      Medicina: Anestesia, descobrimento da natureza contagioso da varíola e tuberculose.
e-      Química: álcool, fósforo, benzina, mercúrio e ácido sulfurico

IMPÉRIO BIZANTINO - 7º ano

As cidade do Império Romano do Oriente tinham um vigoroso comércio, o que as possibilitou organizar tropas para enfrentar as tribos bárbaras.
Acontribuição mais importante do Império Bizantino foi os fundamentos culturais da Antiguidade Clássica. A economia era baseada no comércio e o poder político era absolutista, onde os imperadores interferiam nos assuntos religiosos.
Justiniano foi o imperador mais importante; construiu a catedral de Santa Sofia e organizou o Corpu Juris Civilis.